Mensagem

Mensagem
Reflexão

domingo, 24 de agosto de 2014

CURTINDO.


A CASA DA PICADA.

Nesta casa eu vivi
Foi nela que me criei
E os meus pais os amei.
E saindo me senti
Pois foi lá que aprendi
Que a vida não se faz
E que ninguém é capaz
De não sentir saudade
Quando diz a verdade
Querendo viver em paz.

Fideralina, 24/08/2014

quarta-feira, 20 de agosto de 2014

Folclore. 22 de Agosto

DIA DO FOLCLORE - 22 DE AGOSTO

Quadra sobre FOLCLORE

Saci Pererê é uma lenda,
Ele anda com uma perna só,
Sai fumando num cachimbo
E cantando socó, socó.

O vinte e dois de agosto
Nas Escolas se comemora
Selecionando os mitos
Dançando o Folclore de agora.

Outros mitos são lembrados
E entram bem na mitologia
Eu sempre animei festas
Com graça e muita ogia
                Fideralina

domingo, 17 de agosto de 2014

SAUDADES.

Hoje relembro saudosa
A vida de professora
Me sentindo sedutora
Das aulas gloriosas
E das colegas famosas
Que recordo com prazer
Com tudo pude rever
Encarando a profissão
Fui achando bom então
Encontrando o prazer.

SAUDADES.
Para Olga, de Fideralina.

sábado, 16 de agosto de 2014

A MENINA E O POETA

O título me contagia
Com João Bitu em ação
O que me traz emoção
Duma amizade sadia
E que tudo se elogia
Da amizade soberana
Desse poeta bacana
Que um belo dia conheci
E nunca mais o esqueci
Olhando a foto na cabana.

Quero agora agradecer
A também boa menina
Sendo ela gente fina
E não é pra esquecer
O que tem a oferecer
Com toda sua cultura
Num pedestal em altura
Se comparando ao poeta
Numa linguagem correta
Da noite ao dia amanhecer.

         A MENINA E O POETA.
                Fideralina.        

quarta-feira, 13 de agosto de 2014

FINAL DOS TEMPOS - Por Vicente Almeida

Final dos Tempos
Chico Pessoa

Onde meu amigo que a gente vai parar.
Até parece que vai se acabar o mundo.
A luta dos sem terra, querendo o seu chão.
A prostituição de crianças pelas ruas.
A guerra pelo mundo que eu há lhe perguntar
Onde é que esse mundo vai parar.

Quando meu amigo que a gente vai crescer?
E evitar de vez os erros do passado.
Viver uma nação, num mundo sem fronteiras.
Falando a mesma língua, tendo a mesma bandeira.
Quando meu amigo a gente vai se envergonhar.
Onde é que esse mundo vai parar?

Diga meu amigo onde fica o paraíso.
Que tudo é belo, lindo e maravilhoso.
Que o povo é feliz, bonito, alimentado.
Que os velhos vivem bem, todo mundo perfumado.
Que lá não tem enchente, seca para atrapalhar.
Onde é que esse mundo vai parar?

Se tudo depende de nós, você não vai ficar aí parado.
Nossa arma é o amor, é a nossa voz
Pra fazer um mundo novo esquecendo o passado.

Se tudo depende de nós, eu não consigo dormir sossegado.
Se tem gente com fome, com frio, sem nada.
Tem outros com muito, com tanto pra nada.

Ajuda teu irmão nem que seja com pouco.
Pois pouco com Deus é muito e o muito sem Deus é nada
video
***************************
Essa letra ressoa como um apelo a nossa sensibilidade, diante de tantos desmandos praticados contra o mais fraco.

Tente fazer alguém feliz, ajude! Ás vezes não custa nada: Um sorriso; Uma palavra amiga; Um ombro amigo; Um bom dia, Boa tarde ou boa noite é tudo de que muitos precisam para minimizar a solidão e as amarguras.

Se puder vá mais longe visite os enfermos, esqueça um pouquinho a TV e converse com alguém.

Hoje em dia, mesmo dentro de casa as pessoas estão ilhadas e maravilhadas frente a tecnologia do PC ou TV, também estão aprisionadas como em uma redoma. A família se auto destrói a cada dia por falta de diálogo. Tente ser diferente. Seja o divisor das águas.
Escrito por Vicente Almeida
13/08/2014
*********************************