Mensagem

Mensagem
Reflexão

domingo, 31 de julho de 2011

A UNIÃO FAZ A FORÇA.

Unidos em oração
Vamos pedir com Fé
Pelo nosso irmão
Que sofre e quer
Curar dos seus males
Como um bom cristão.

Ele confia em Deus
E prega a união
Como todo o fervor
Pedindo proteção
Para todos nós
Seus diletos irmãos.

   Fideralina - 31/07/2011

Dia de Santo Inácio de Loiola

Santo Inácio de Loyola Neste dia celebramos a memória deste santo que, em sua bula de canonização, foi reconhecido como tendo "uma alma maior que o mundo".

Inácio nasceu em Loyola na Espanha, no ano de 1491, e pertenceu a uma nobre e numerosa família religiosa (era o mais novo de doze irmãos), ao ponto de receber com 14 anos a tonsura, mas preferiu a carreira militar e assim como jovem valente entregou-se às ambições e às aventuras das armas e dos amores. Aconteceu que, durante a defesa do castelo de Pamplona, Inácio quebrou uma perna, precisando assim ficar paralisado por um tempo; desse mal Deus tirou o bem da sua conversão, já que depois de ler a vida de Jesus e alguns livros da vida dos santos concluiu: "São Francisco fez isso, pois eu tenho de fazer o mesmo. São Domingos isso, pois eu tenho também de o fazer".

Realmente ele fez, como os santos o fizeram, e levou muitos a fazerem "tudo para a maior glória de Deus", pois pendurou sua espada aos pés da imagem de Nossa Senhora de Montserrat, entregou-se à vida eremítica, na qual viveu seus "famosos" Exercícios Espirituais, e logo depois de estudar Filosofia e Teologia lançou os fundamentos da Companhia de Jesus. A instituição de Inácio iniciada em 1534 era algo novo e original, além de providencial para os tempos da Contra-Reforma. Ele mesmo esclarece: "O fim desta Companhia não é somente ocupar-se com a graça divina, da salvação e perfeição da alma própria, mas, com a mesma graça, esforçar-se intensamente por ajudar a salvação e perfeição da alma do próximo".

Com Deus, Santo Inácio de Loyola conseguiu testemunhar sua paixão convertida, pois sua ambição única tornou-se a aventura do salvar almas e o seu amor a Jesus. Foi para o céu com 65 anos e lá intercede para que nós façamos o mesmo agora "com todo o coração, com toda a alma, com toda a vontade", repetia.

Santo Inácio de Loyola, rogai por nós!

sexta-feira, 29 de julho de 2011

MERECIMENTO

Merecimento.
Não importa o que digam
Nem que venham criticar
Mais a ela quero bem
Ninguém pode empatar.

É´você cara Vilalba
Que me preza e me quer bem
E afirmo com certeza
Que meu amor é seu também

Você é sobrinha neta
E sua ternura me encanta
Eu a tenho como filha
E tem alguém que se espanta.

Através de pobres rimas
Faço essa declaração
E deixo aqui expresso
Toda uma admiração.

As outras meninas lindas
Também as amo de coração
Faço mensão a Vilalba
Porque sempre me deu a mão.
  Fideralina



CAÇADOR DE PASSARINHOS

CAÇADOR DE PASSARINHOS


Oh que infância adorável
Experimentei no sertão
Não sabia que estava então
Num paraíso inefável.....
Era uma vida mui saudável
Existência tão desprendida
Que o tempo logo passava
E eu não cuidava que estava
Gozando o melhor da vida.


Despertava ao amanhecer
Com o canto dos passarinhos
Ao levantar de seus ninhos
Buscando o sobreviver
Como parte de meu lazer
Tinha futebol nos terreiros
Era sempre um dos primeiros
Um craque dos de mão cheia
Dominava a bola de meia
Com lances belos, matreiros.


Amava caçar sempre só
Com baladeira e bodoque
Pescar de landuá e choque
Daquele feito em cipó.
Balear o triste socó
Sempre sozinho e infeliz
Assim meio lelé da cuca!...
E pegar de arapuca
Jurití e a codorniz.


Portava sob a axila
Que sob o pescoço amarro
Contendo balas de barro
Do tamanho duma bila...
Era uma caçada tranqüila!
Usava blusão de crepe
Na cabeça um negro quepe
Feito de meia de linho
E para fugir dos espinhos
Alpercatas de currulepe


A adolescência é a fase
Mais doce de nossa vida
Se com saúde vivida
Ela é de tudo a base.
Não existem coisas más!
Onde há saúde e paz
Muita fé e muito amor.
-Tudo se torna um primor
Do resto se corre atrás


Aquela época previa
Um porvir cheio de glória
Configurava uma estória
Cuja se não conhecia
Uma autêntica profecia
Deste HOJE benfazejo!
Quando tudo quanto almejo
Desde aquela fase querida
Tenho alcançado na vida
Tudo, tudo, como desejo!!!


JOÃO Alves BITU
Fortaleza, 25 de julho de 2011

quinta-feira, 28 de julho de 2011

ORAÇÃO DA NOITE


Caçador de Passarinhos

CAÇADOR DE PASSARINHOS



Oh que infância adorável

Experimentei no sertão

Não sabia que estava então

Num paraíso inefável.....

Era uma vida mui saudável

Existência tão desprendida

Que o tempo logo passava

E eu não cuidava que estava

Gozando o melhor da vida.


Despertava ao amanhecer

Com o canto dos passarinhos

Ao levantar de seus ninhos

Buscando o sobreviver

Como parte de meu lazer

Tinha futebol nos terreiros

Era sempre um dos primeiros

Um craque dos de mão cheia

Dominava a bola de meia

Com lances belos, matreiros.


Amava caçar sempre só

Com baladeira e bodoque

Pescar de landuá e choque

Daquele feito em cipó.

Balear o triste socó

Sempre sozinho e infeliz

Assim meio lelé da cuca!...

E pegar de arapuca

Jurití e a codorniz.


Portava sob a axila

Que sob o pescoço amarro

Contendo balas de barro

Do tamanho duma bila...

Era uma caçada tranqüila!

Na cabeça um negro quepe

Feito de meia de linho

E para fugir dos espinhos

Alpercatas de currulepe


A adolescência é a fase

Mais doce de nossa vida

Se com saúde vivida

Ela é de tudo a base.

Não existem coisas más!

Onde há saúde e paz

Muita fé e muito amor.

-Tudo se torna um primor

Do resto se corre atrás


Aquela época previa

Um porvir cheio de glória

Configurava uma estória

Cuja se não conhecia

Uma autêntica profecia

Deste HOJE benfazejo!

Quando tudo quanto almejo

Desde aquela fase querida

Tenho alcançado na vida

Tudo, tudo, como desejo!!!



JOÃO Alves BITU

Fortaleza, 25 de julho de 2011

CAINDO, LEVANTA-TE


Alguém te desacredita?
Continua confiante.

Muitos te recriminam?
Prossegue trabalhando.

Há quem não te respeite?
O tempo responderá por ti.

Surge quem te persegues?
Entrega-te a Deus.

Caluniaram-te?
Cala, perdoa e espera.

Dúvidas sobre o teu caráter?
Contentar a todos é impossível.

Humilhações?
Não somos melhores do que o Cristo que pereceu apupado pela multidão.

Qualquer que seja a pedra de tropeço colocada na tua trajetória, não receies a queda...

Caindo, levanta-te

É no instante mais difícil que podes provar a tua lealdade a Deus.

Albino Teixeir

quarta-feira, 27 de julho de 2011

Uma vida tranquila


A vida é realmente um dom de Deus. Eu diria que viver bem é uma necessidade mas também um desafio. É importante cuidar do corpo, da saúde, ir ao médico regularmente, ao dentista mas o mais importante é eliminar aquilo que nos faz mal: "as toxinas" e as "gorduras" da alma. Essas adoecem as emoções, deformando a aparência de nosso interior e produzindo males ao longo da vida. O mais importante que acho é manter "a mente quieta, a espinha ereta e o coração tranquilo." Eu me sinto mais ou menos assim com minha irmã Zezê. Temos uma vida simples, sem grandes luxos. Fazemos o que está ao nosso alcance e somos felizes. As pessoas não querem entender isso..nos acostumamos assim e é assim que será. Temos cuidado com nossa alimentação, dormimos bem, saímos quando o passeio nos agrada e procuramos sobretudo não interferir na vida dos outros, assim como queremos ser respeitadas no nosso mundo considerado de vez em quando sem vida. Depende do que cada pessoa pensa ou julga. Acho que já vencemos muitos obstáculos, já passamos por duras provas e hoje queremos curtir nossa casa, nosso mundo, nossos amigos que nos respeitam como tal. " Felicidade não existe..há momentos felizes". Há muita boa vontade das pessoas em dar opinião sobre o que devemos ou não fazer. A decisão final é de apenas duas pessoas: Fafá e Zezê

RECIPROCIDADE


Podes contar com Deus na solução de todos
Os teus problemas, entretanto, não te esqueças
De que Deus conta contigo em todos os teus caminhos.

Emmanuel

terça-feira, 26 de julho de 2011

VOVÓ


Mulher santa
Sem altar
Bondade tanta
A transbordar

Uma vida
Uma história
Sua partida
A memória

De seu amor
De sua bondade
A nos cativar

O tempo passou
E só a saudade
A nos acompanhar

Israel Batista

*Ofereço esse soneto as minhas avós que já partiram pra glória e pra todas as pessoas que já perderam a sua avó no mundo inteiro já que hoje é dia dos avós

DIA DE SENHORA SANT'ANA

HOJE É O DIA DE SENHORA SANT'ANA.

     Sant'Ana, cujo nome em hebraico significa
graça, pertencia à família do Sacerdote Aarão e
seu marido, São Joaquim, pertencia à família real
de Davi.

Leia prefácio do livro do Dr. José Bitu

Livro - "Camisa nova, seu doutor?" - José Bitu Moreno, Será lançado em Fortaleza no Espaço Cultural Oboé, 22 de agosto.
 Prefácio
O lado de lá da montanha - Vera Brant

Uma criança que prestava atenção nas coisas simples, percebendo as nuvens se movimentando e desenhando figuras estranhas no céu, sentindo quando a laranjeira florescia e perfumava o ambiente. Um menino que se emocionava com o cheiro de terra molhada pela primeira chuva da temporada e convivia com as árvores, com intimidade e afeto. 

“Sentado em seus galhos podia ver as lavadeiras cantarem ao entardecer, pássaros que de tão leves, tão brancos, tão puros, mais pareciam flutuar naqueles troncos de escura resina. E logo o canto dos pássaros, o bramir das vacas e uma poeira dourada de esmaecida luz e singela poesia enchia os ares, amainando o tosco e o bruto”.

Várzea Alegre, com um nome tão lindo, era uma cidade “bem pequena, de cultura, tamanho e feitura igual a de tantas outras no sertão”.

O ambiente na família era de muito amor. Amor afeto, amor cuidado.

Preocupados com a educação dos filhos, os pais decidiram morar na cidade grande, na capital, Fortaleza.  Desejavam que os filhos freqüentassem bons colégios e recebessem bastante instrução, oferecendo-lhes a chance de enfrentar a vida com possibilidades de sucesso.

Os medos, a insegurança, as tristezas disfarçadas, a vontade de não ter que fingir que é forte, o susto ao enfrentar a cidade grande, a dificuldade de escolher, no Colégio, os companheiros com a mesma carga de sensibilidade e afeto, a peleja diária, tudo isso vai construindo um ser humano. 

“Os amigos haviam ficado para trás. Os brinquedos eram outros, custavam caro. As boas escolas necessariamente eram privadas e também muito caras. Teria que se trabalhar, e trabalhar muito, para perseguir os sonhos. Foi a transição da infância para a adolescência,  do mundo lúdico para o real, mas da forma brusca e cruel, sem interlúdios”.

O desapontamento com a realidade da cidade grande, os olhares desamparados e aflitos das criaturas que andavam nas ruas, os passos apressados dos que fingiam ter um destino, uma direção, um plano de vida. Tudo isso muito perturbador para um jovem vindo de uma cidade do interior, acostumado à pasmaceira, aos dias iguais, à calmaria.

“Os trabalhadores se mantinham à custa de cachaça, alimentando-se mal e inadequadamente, dentição estragada e envelhecidos precocemente”. 

“As prostitutas passavam vendendo café e chá, em bules que carregavam em estruturas de madeira amarradas às cinturas. Eram mulheres envelhecidas, com os corpos marcados por sucessivas gravidezes, buchos quebrados, como se dizia, porém amigas dos homens também sofridos, solícitas, compreensivas, flores de humanização em ambiente por demais árido”.

Na sua pequena e querida cidade, Várzea Alegre,  existe uma montanha chamada Serra Negra, que o fascinava e, ao mesmo tempo, angustiava. Fazia-o sentir-se separado do mundo, como se o morro fosse uma divisória intransponível, de costas para a sua cidade e de frente para a eternidade.
Ele sonhava terras distantes, povos interessantes, lugares mágicos. 

“Mais tarde, o mar exerceria a mesma atração.  Adolescente, já morando em Fortaleza, por vezes me demorava horas a fio mirando a linha do horizonte, recortada entre o céu e o mar, o ir e vir de jangadas e de navios, o porto. O cheiro de terras distantes era o do mar nesses instantes, e eu viajava nas lembranças de lugares onde nunca estivera e de povos que jamais conhecera”.      
O autor, quando jovem, desejou ser médico, tinha necessidade de gastar a generosidade que trazia na alma, o sentimento humano.
Casou-se com uma colega, Ieda, por quem se apaixonou e com quem teve um casal de filhos, além de uma bela carreira no exterior.
É muito bom quando a criatura faz de sua vida um exemplo a ser seguido e, sabendo escrever muito bem, conta os passos que percorreu para chegar onde se encontra.
O José Bitu Moreno é, sem dúvida, um ser humano singular e excelente escritor.

(enviado por Dr. José Bitu Moreno

segunda-feira, 25 de julho de 2011

PARABÉNS!

PARABÉNS!

Parabéns e muita paz
Venho, a ti, desejar
Com abraços e carinho
E as mãos a espalmar
Batendo palmas para ti
Que aprendi a amar;
Pois foi o teu carisma
Que chegou bem devagar
Penetrando no meu ego
E assim me conquistar.

      Fideralina - 25/07/2011

domingo, 24 de julho de 2011

LÁGRIMAS DE AMOR - W.A.

Lágrimas de Amor
Hora de despedida. Momento triste do adeus,
Instantes amargos e cruéis da separação,
Ela se foi.Deixou comigo o seu coração,
E partiu....... levando com ela o meu.


Inda relambro todos os gestos seus:
A avidez com que apertava minha mão,
Envolvidos ficamos num momento de paixão
Fitando seus olhos e ela mirando os meus.

Tristeza, paixão, saudade e dor,
Tudo isto numa realidade de horror,
Que nos envolve num amargo enlace.

E naqueles instantes cruéis de langor,
Duas cristalinas lágrimas de amor,
Rolaram-lhe carinhosamente pela face.

Agosto/1963.

sábado, 23 de julho de 2011

CORDEL

CORDEL MARINA E ALONSO
Sinopse

Marina, moça rica e educada, e Alonso, um rapaz enjeitado, são criados juntos e prometem casar-se. O pai de Marina prende o rapaz ao sabê-lo. Marina liberta-o subornando o carcereiro. Ele vai ao Japão e enriquece. Marina assassina o primo com que ia casar-se, é presa e salva por Alonso. Fogem e naufragam duas vezes, sempre perseguidos pelo pai. Vão ao Japão, onde acolhem e perdoam o barão, que empobrecera.

quarta-feira, 20 de julho de 2011

TER AMIGOS!


DE VINÍCIUS.

Soneto do amigo

Enfim, depois de tanto erro passado
Tantas retaliações, tanto perigo
Eis que ressurge noutro o velho amigo
Nunca perdido, sempre reencontrado.

É bom sentá-lo novamente ao lado
Com olhos que contêm o olhar antigo
Sempre comigo um pouco atribulado
E como sempre singular comigo.

Um bicho igual a mim, simples e humano
Sabendo se mover e comover
E a disfarçar com o meu próprio engano.

O amigo: um ser que a vida não explica
Que só se vai ao ver outro nascer
E o espelho de minha alma multiplica...
Vinicius de Moraes

HOMENAGEANDO CLEITOM


FOI DEUS

Foi Deus
Amália Rodrigues


Não sei, não sabe ninguém
Porque canto fado, neste tom magoado
De dor e de pranto . . .
E neste momento, todo sofrimento
Eu sinto que a alma cá dentro se acalma
Nos versos que canto
Foi Deus, que deu luz aos olhos
Perfumou as rosas, deu ouro ao sol e prata ao luar
Ai, foi Deus que me pôs no peito
Um rosário de penas que vou desfiando e choro a cantar
E pôs as estrelas no céu
Fez o espaço sem fim
Deu luto as andorinhas
Ai . . .deu-me esta voz a mim

Se canto, não sei porque canto
Misto de ventura, saudade, ternura, e talvez de amor
Mas sei que cantando
Sinto o mesmo quando, se tem um desgosto
E o pranto no rosto nos deixa melhor
Foi Deus, que deu voz ao vento
Luz no firmamento
E pôs o azul nas ondas do mar
Ai foi Deus, que me pôs no peito
Um rosário de penas que vou desfiando e choro a cantar
Fez o poeta o rouxinol
Pôs no campo o alecrim
Deu flores à primavera ai
E deu-me esta voz a mim

segunda-feira, 18 de julho de 2011

Boa noite!
"Ninguém conhece
os mistérios da vida,
nem seu significado definitivo,
mas para aqueles
que desejarem
acreditar em seus sonhos
e em si mesmo,
A vida é uma dádiva preciosa
na qual tudo é possível."
Beijo no seu coração

domingo, 17 de julho de 2011

MENSAGEM PARA VOCÊ.

CELEBRE.

Faça mais que existir,
            VIVA.
Faça mais do que tocar,
            SINTA.
Faça mais do que olhar,
            OBSERVE.
Faça mais do que ler,
            ABSORVA.
Faça mais do que escutar,
            OUÇA.
Faça mais do que ouvir,
       COMPREENDA.
Faça mais do que comemorar,
             CELEBRE.
         Autor desconhecido.

TREMA

Despedida do TREMA

Estou indo embora. Não há mais lugar para mim. Eu sou o trema. Você pode nunca ter reparado em mim, mas eu estava sempre ali, na Anhangüera, nos aqüíferos, nas lingüiças e seus trocadilhos por mais de quatrocentos e cinqüenta anos.
Mas, os tempos mudaram. Inventaram uma tal de reforma ortográfica e eu simplesmente tô fora. Fui expulso pra sempre do dicionário. Seus ingratos! Isso é uma delinqüência de lingüistas grandiloqüentes!...
O resto dos pontos e o alfabeto não me deram o menor apoio...
A letra U se disse aliviada porque vou finalmente sair de cima dela.
O dois pontos disse que sou um preguiçoso que trabalha deitado enquanto ele fica em pé.
Até o cedilha foi a favor da minha expulsão, aquele C cagão que fica se passando por S e nunca tem coragem de iniciar uma palavra.
E também tem aquele obeso do O e o anoréxico do I.
Desesperado, tentei chamar o ponto final pra trabalharmos juntos, fazendo um bico de reticências, mas ele negou, sempre encerrando logo todas as discussões.
Será que se deixar um topete moicano posso me passar por aspas?...
A verdade é que estou fora de moda. Quem está na moda são os estrangeiros, é o K e o W, "Kkk" pra cá, "www" pra lá.
Até o jogo da velha, que ninguém nunca ligou, virou celebridade nesse tal de Twitter, que aliás, deveria se chamar TÜITER.
Chega de argüição, mas estejam certos, seus moderninhos: haverá conseqüências!
Chega de piadinhas dizendo que estou "tremendo de medo".
Tudo bem, vou-me embora da língua portuguesa. Foi bom enquanto durou. Vou para o alemão, lá eles adoram os tremas. E um dia vocês sentirão saudades. E não vão agüentar!...
Nós nos veremos nos livros antigos.
Saio da língua para entrar na história.

Adeus,
Trema.

sexta-feira, 15 de julho de 2011


Se o meu pensar está no Islamismo,
Do Alcorão retiro o meu fermento,
Mas se for Buda o dono desse intento,
Eu faço a fé na crença do Budismo.

Eu que não creio, abraço o Ateísmo,
O que me faz um homem além do tempo,
Porém se leio o Novo Testamento,
Reforço a graça no Cristianismo.

Louvando e crendo apenas na palavra
E no evangelho que o Senhor me lavra
Eu sou um Crente e tenho a fé madura.

Porém, se eu vejo o papa um ser supremo
E Jesus Cristo o grande Deus que eu temo
Eu sou um Católico de linhagem pura.

Autor: Dr. José Sávio Teixeira Pinheiro

A HORA DE JOGAR FORA


Xampu e condicionador: Tem vida útil de 3 Anos. Troque se notar separação das partes e mudanças de cor.
Espuma ou creme de barbear: Tem vida útil de 2 anos. Troque quando notar que a espuma estiver aguada e o creme endurecido.
Creme hidratante: Tem vida útil de 1 a 2 anos. Troque se notar mudança na textura - mais oleosa.
Filtro solar: Tem vida útil de 2 anos. Troque se notar perda da cor e da consistência.
Perfume: Tem vida útil de 3 anos. Troque se notar cheiro ácido.

Texto adaptado da revista tudo
18/02/2001

MENSAGEM DE MAISA

Olá...Que a sabedoria de Deus
te instrua.
Que o olho de Deus
te vigie.
Que o ouvido de Deus
te ouça
Que a palavra de Deus
te fale suavemente.
Que a mão de Deus
te defenda.
Que o caminho de Deus
te guie...
Boa noite

IDADES DIFERENTES

Gostaria que alguém  fizesse a comparação das fotos.
Qual a diferênça de tempo entre as fotos? Comente.

POEMA DE VIEIRA

De manhã visto a roupa de passista pela rua de iguatu.
Não importa quem me assistam
Sou mais um equilibrista do fantástico da vida.
Mas o amor se faz presente,
Vou alegre ( varzelegrense ) pro batente,
ser mais um sobrevivente.
Quando saio, me desejo boa sorte,
Pois bem sabe, quem padece,
O valor que o amor contém.
Porém, na virada da moenda ( sitio Cristo Rei ),
Vou perdendo a paciência,
Lá se vai a minha ciência;
Eu mais um homem carente.
Lembro de ser o sal da terra,
Sei que lá é que se encerra
A função de um sofredor.
Quando volto,
sou herói desconhecido
Com a alegria de ter sido
Do amor embaixador.
É de manhã, é de manhã…beijos meus filho com amor.

POEMA DE VIEIRA

A brisa leve e tão singela, o dia lindo, a noite bela,
Dizem que Tu és o Amor!
Um simples átomo, um estrela,
A tenra flor ou uma pérola,
Dizem que Tu és o amor!

Deus, é o Amor,
Tu amas com amor infinito
E nos dás a vida!

O canto de uma melodia, composto pela tua harmonia,
Nos faz sentir que és o Amor!
Uma esperança que desponta
No coração que te encontra,
Nos faz sentir que és o Amor!

Deus, é o Amor,
Tu amas com amor infinito
E nos dás a vida!

Mais que as nossas vaidades, Tu colhes as sinceridade
E à nossa esperança sempre estás!
Perdoas toda ingratidão, preenches nossa solidão
E à nossa esperança sempre estás! Leia sempre esse poema..

quinta-feira, 14 de julho de 2011

SE EU QUISER FALAR COM DEUS...

video

A Luz Dos Encarcerados - Mundim do Vale

Esse trabalho foi desenvolvido no ano 1997, para a campanha da fraternidade quando o tema era A luz dos encarcerados.
Abraço a todas.

A  LUZ  DOS  ENCARCERADOS

Amor e fraternidade
Viajam do mesmo lado
Em busca de humanidade
Para o homem encarcerado.
Resgatar o cidadão,
Das grades de uma prisão
Em campanha social.
É papel de educador,
De juiz, de promotor
E a igreja pastoral.

O preso recuperado
Esbarra na rejeição
Continua condenado
Mesmo longe da prisão.
Enfrenta mais uma grade
Da fria sociedade.
Que lhe nega a acolhida.
É o mal do preconceito
O homem sem ser aceito
Depois da pena cumprida.

Depois que o encarcerado
Se liberta da corrente
Encontra o fardo pesado
Do preconceito inclemente.
Uma nova reclusão
Nas grades da omissão
E a falta de caridade.
Só mesmo com a campanha
O  encarcerado ganha
Um passo pra liberdade.

Quem viveu trancafiado
Na mazela da prisão
Depois de recuperado
Merece ser cidadão.
Deve encontrar seu lugar
Pra viver e trabalhar
Sem corrente nem grilhões
Uma luz na porta aberta
Porque Cristo é quem liberta
De preconceito e prisões.

O velho código penal
Já se acha ultrapassado
Não tem amparo legal
Pra reger um magistrado.
O poder legislativo
Precisa ser mais ativo
Com a lei judiciária.
Esquecer reeleição,
Pensar na renovação
Da política carcerária.

Cadeia é pra punir
E não para maltratar
Foi feita pra corrigir
Mas nunca para matar.
No sufoco da prisão
Cristo dá sua atenção
Aos que estão isolados.
Jesus Cristo é liberdade,
Amor e fraternidade
É LUZ DOS ENCARCERADOS.

Mundim do vale
27-02-97  

OBRIGADA MÃE SANTÍSSIMA.

Obriga Mãe Santíssima. Vós que Se Dignaste me conceder Suas Graças, sou grata e renovo aqui mais um pedido. Olha pela pessoa que está precisando e cura dos males que a afetam.
Virgem Maria, Rogai por nós.

14 de julho - LIBERTÉ, ÉGALITÉ, FRATERNITÉ

A Bandeira da França

Allons enfants de la patrie...!

quarta-feira, 13 de julho de 2011

DEUS EXISTE

Nas folhas, que farfalham ao vento
No sopro da brisa
No campo do Pássaro
No marulho das ondas
Nas vagas revoltas
No sol ao nascente
No declínio,ao sol posto
No deslizar das águas mansas
No nevoeiro
Nas montanhas que apontam o céu
Nos abismos que perfuram a terra
Nas florestas densas e nas planícies
No desabrochar das flores
No desabrochar da vida
enfim, na essência de todas as causas criadas
Deus existe em nós, no interior, nos escaninho d´alma
basta sentí-Lo basta procurá-Lo. 
   
     Ilnab Soares - Literapia.

terça-feira, 12 de julho de 2011

CANÇÃO DE REPÚDIO À PÁTRIA


acabaram-se as palmeiras
ninguém ver mais sabiá
as aves emudeceram
só a tristeza tem por lá

nosso céu está poluido
nossas várzeas já secaram
nossos bosques tristes estão
tudo, tudo se acabaram

em cismar sozinho à noite
prazer não encontro mais lá
minha terra tinha palmeira
onde cantava o sabiá

minha terra tinha primores
que tais encontrava eu lá
minha terra tinha palmeira
onde cantava o sabiá

se eu chegar a morrer
antes não quero voltar lá
que os primores não desfrutarei
prefiro os de cá
sei que não avistarei as palmeiras
nem tampouco o sabiá

que o progresso fez perecer...

Israel Batista

TARDE TRISTONHA.

TARDE TRISTONHA

Tarde nebulosa
Dotada de tristeza
É a natureza
Que me deixa saudosa.

Vejo da janela
Pássaros sobrevoar
Como a festejar
Uma tarde bela.

As horas passando 
Tudo é nostalgia
As estrelas brilhando

O clarão da lua
Trouxe alegria
E tristeza nua.

 

O CANTO DO POETA


O canto do poeta
É a poesia
Que contagia
A quem escutar
Um bom repente
E bem contente recitar

O canto do poeta
É o poema
Que sem dilema
Ele vive a compor
Belas poesias
Cheio de alegrias
Paz e amor

Sou um poeta
E o meu canto
Afasta o pranto
E a solidão
Deixando a paz
Que satisfaz
O coração.

Israel Batista

segunda-feira, 11 de julho de 2011

Sonhos e Sombras‏ - Paulo Viana

Meu coração é portavoz constante
Do mais profundo da intimidade
Do véu sublime da sinceridade
Na expressão de mim a cada instante
Porém há versos ditos em rompante
Para compor rimas e poesia
Que são apenas minha fantasia
Sonhos e sombras em ebulição
O despertar solene de um vulcão
Da minha essência que se pronuncia

PARIS EM JULHO

Hoje o calor está forte,
Abro a minha janela
E contemplo a terre Eiffel:
Apenas o terceiro estágio...
Logo escurece e ela se ilumina
Confundindo-se com as chaminés
Que apontam para os céus.

Bem mais para cima 
As andorinhas revoam
Enquando o crepúsculo não chega...
Uma leve brisa se esboça,
Aos poucos meu quarto se esfria
Dissipando o calor abafado
Que já permite cochilos...

Na Rua Cambronne as "voitures" passam
Ouço-lhes o barulho, sem apitos.
É o respeito aos que iniciam sonhos!
Sonhos distantes, sonhos tropicais
Sonhos parisienses de copo de vinho,
Que estimulam o bouquet
Desta última vidima.
                 
    De: Manassés Claudino Fonteles.
                    (1990)

Corpo e mente caminham juntos




Meu cabelo é curtinho, "à la garçonne mesmo", adoro assim, com certeza já apresento cabelos brancos, é normal para meus 57 anos. Sempre pinto para dar um melhor realce nem lembro quando começaram a clarear, tenho olheiras ainda consequência do tempo que usei óculos. já fiz cirurgia de catarata, tenho aquelas lentes permanentes, fruto de mais um milagre cirúrgico entre tantas cirurgias que já fiz nessa vida.
Tento disfarçar as olheiras com um pouco de maquiagem para sessão de fotos, se você chegar na minha casa sem avisar , com certeza vai sentir a diferença.
Uso uns produtos que salvam a minha pele. Do corpo já cuidei demais, tenho uma perna platinada, várias marcas das incisões no joelho e no pé...minha única preocupação é uma queda repentina e ter que voltar ao cirurgião ortopédico.
Sou proibida de fazer ginástica, o mais que pude fazer um dia foi frequentar uma hidro mas meu instrutor me aconselhou sair por medo de que eu me afogasse na hora do relaxamento. Cuido de minhas unhas, para não causar má impressão. Esses cremes milagrosos de prateleira, até me empolgo mas abuso logo.
Na verdade, não sou nada vaidosa, acho que minha vida já é um saldo muito grande
... sou uma pequena mulher com uma impressionante história de superação
não me preocupo com as marcas que a vida me deixou, até tenho um certo orgulho do que conquistei.Não tenho aquela neurose de minhas amigas na frente do espelho, poderia enumerar aqui cada dificuldade que já enfrentei mas todo mundo já sabe de cor: foi a partida de meus pais, irmãos, amigos,também não quero me desfazer de nenhuma dessas marcas,apenas amenizá-las, mereço isso. A vida me deve isso. Hoje a parte que merece mais a minha atenção, tem sido a mente.Tento, todos os dias, colocá-la no lugar,equilibrá-la, alimentá-la com sonhos e alegrias. Corpo e mente caminham juntos.Não escondo minha idade, até tenho orgulho dela.... uma parte tentando caminhar, entre hospitais e clínicas de fisioterapia sem falar no tempo que dependia de uma certa monareta para ir à escola ou ainda quando dependia de alguém para me conduzir. Foram anos de longo,aprendizado, metade deles bem vividos e outra metade bem sofridos. É ai que está o encanto da minha idade.
Conheci de tudo um pouco, das lágrimas aos sorrisos e ambos me fizeram ser essa pessoa que sou agora. Ficaram marcas no corpo e na alma mas também ficaram sorrisos em ambos.Minhas maiores rugas são aquelas marcas de expressão que adquiri por tanto sorrir, tentando disfarçar meu pranto.

domingo, 10 de julho de 2011

MENSAGEM DE GABRIEL

DROGAS


Um sonho uma fantasia
Uma tamanha ilusão
De começo o alivia
Após a desilusão

Vem o sofrimento
E falta de amigos
Ficando só o lamento
Sozinho sem abrigos

A droga é a causadora
E a vil destruidora
De sua boa sorte

Acabando sua esperança
Seu sonho de criança
Concedendo-lhe... A morte

Israel Batista

sábado, 9 de julho de 2011

MENSAGEM PARA GABRIEL


COM O ABRAÇO DA SUA TIA,
                FIDERALINA.

QUATRO MESES DE SAUDADE

Hoje já são quatro meses que você partiu.
Interceda junto ao PAI por nós. 

Soneto para Fafá - por Fideralina

SONETO PARA FAFÁ
Por muitos que a rodeiam
Mesmo sem ser notada
É soberana e serena
E não tropeça em nada.

Escrevo esse soneto
Com muita lealdade
Agradecendo portanto
Toda a sua amizade.


E o que a mensagem diz
Encaixa bem sua história
Demonstrando toda vitória.

Nunca temeu obstáculo
No que achava importante
O que a fez confiante.
Fideralina
08/07/2011

10 PASSOS PARA O SUCESSO


1. Tudo aquilo que você desejar ou precisar, existe.
2. Todas as coisas lhe são dadas de acordo com a fé em Deus e em seus pensamentos.
3. Forme o quadro mental daquilo que você deseja.
4. Sempre que você fizer um pedido, faça-o positivamente.
5. Especifique aquilo que você quer (repita)
6. Que o seu pedido não seja vago, tem que ser com sentimento ardentemente.
7. Use o método da repetição.
8. Use também o relax.
9. Vai acontecer, pense.
10. Agradeça, já tenho.

* Elimine todos os pensamentos "não consigo".
*Substitua por pensamento positivo.
* Use o quadro mental, parte do seu corpo completamente curado, ou seu desejo sendo realizado.

Segure na mão de Jesus, com fé.

Ruth B. Silva

sexta-feira, 8 de julho de 2011

Saudades

Falar de Saudade é muito complicado. Eu, particularmente sinto no peito, aquele aperto, aquela angústia, quando lembro dos meus pais, irmãos e amigos que nos deixaram.
Passo horas a imaginar o que significa esse sentimento.Lembro de todos qua já passaram por essa vida e que se foram deixando aquela SAUDADE!
No silêncio do meu AP, fico a pensar que o silêncio se diz mensageiro da verdade. E de  uma coisa tenho certeza: "Se um dia eu não sentir mais saudade, com certeza meu coração não baterá mais."
Para mim, aqueles que se vão, que amamos não morrem; eles se mudam para outra morada antes de nós.
Estou fazendo um desabafo, pois hoje esse SENTIMENTO me perturba. E, antes de dormir, pedirei a Deus por todos.
  Fideralina. 08/07/2011

TRINDADE


Deus é amor
Cristo o exemplo
O Espírito santo a força
E nós o instrumento

Israel Batista

Obrigada, Meu Deus!

OBRIGADA MEU DEUS

Ainda muito jovem
E com todo o vigor
Sofreu aquele abalo
Que a vida lhe pregou
Sofrendo um AVC
Que a todos abalou
Mais com toda sua Fé
Nosso Cristo a salvou.
E foi assim desta maneira
Que a Clênia se salvou.


Obrigada querido Pai
Pela graça do viver
Foi com alegria e amor
Tendo o Cristo presente
E rezando com fervor
Que na corrida da vida
Para o convívio de todos
A Clênia regressou
Com toda sua alegria
O que muito nos animou

Agradecer essa Graça
Todos fazem com amor
Renovando os pedidos
Cantando em Seu Louvor
Pois a ferida que dói
Isso o Senhor já curou.
Obrigada Pai Eterno
Que neste instante estou
Renovando minhas preces
Vibrando com todo ardor.

Fideralina, 08/07/2011

quinta-feira, 7 de julho de 2011

Minha Aluna Zezé Bitu - Isabel Vieira

Zezé Bitu
Sob as bênçãos do SENHOR
Sua vida foi GERADA
E em todos os momentos
Por ELE sempre GUIADA...!!!

ZEZÊ, dádiva divina
De família ABENÇOADA
Pela maneira de ser
É por todos muito AMADA...

Menina, moça, mulher
Uma jóia PRECIOSA
Portadora de virtudes
Fiel e RELIGIOSA ...

Minha amiga, minha aluna
No Colégio São RAIMUNDO
Atenciosa e esforçada
Pessoa melhor do MUNDO...

Naquele tempo, bem jovem
Dentro das LIMITAÇÕES
Com esforços aprendeu
De português, muitas LIÇÕES...

Empenhou-se na sintaxe
Funções do “quê” ESTUDOU
Verbos e acentuação
Por tudo se INTERESSOU...

Também nas outras matérias
Sempre se esforçou BASTANTE
Buscando os conhecimentos
Sem perder nenhum INSTANTE...

Recebia de suas manas
Apoio e ORIENTAÇÃO
Elas todas sempre unidas
No ideal da EDUCAÇÃO...

Uma estudante pontual
Obediente e DEDICADA
Por professores e colegas
Era bastante ESTIMADA.

ZEZÊ, com seu jeito meigo
Cativou todo PESSOAL
Era aquela discente
De uma calma sem IGUAL...

Dos nobres familiares
Recebe atenção e CARINHO
Vive ao lado da FAFÁ
No aconchego do seu NINHO...

Dessa prezada estudante 
Jamais vou me ESQUECER
Pra ela, todo o meu afeto
Isto eu me orgulho em DIZER... 

Que a nossa Mãe Maria
Com seu manto PROTETOR
Cubra-a constantemente
Com saúde , paz e AMOR...!!!

Quão valioso foi o tempo
Naquela Escola QUERIDA
Com luta, paz e união
Buscávamos o “BEM” pra VIDA...

Nestes versinhos singelos
Sem normas OBEDECER
Venho com toda alegria
Um presente lhe TRAZER,
Minha amizade sincera
Com o meu maior PRAZER...!!! 

A você, querida ZEZÊ, com um carinho todo ESPECIAL!!!
Sua professora e amiga, ISABEL VIEIRA DE OLIVEIRA SILVA
JUAZEIRO DO NORTE, CE, 28 de junho de 2011