Mensagem

Mensagem
Reflexão

domingo, 30 de dezembro de 2012

Feliz Livro Novo



  Feliz Livro Novo


Quando 2012 começou, ele era todo seu. Foi colocado em suas mãos... Você podia fazer dele o que quisesse... Era como um Livro em Branco, e nele você podia colocar um poema, um pesadelo, uma blasfêmia, uma oração. Podia... Hoje não pode mais; já não é seu. É um livro já escrito... Concluído. Como um livro que tivesse sido escrito por você, ele um dia lhe será lido, com todos os detalhes, e você não poderá corrigi-lo. Estará fora de seu alcance. Portanto, , reflita, tome seu velho livro e o folheie com cuidado. Deixe passar cada uma das páginas pelas mãos e pela consciência; faça o exercício de ler a você mesmo. Leia tudo... Aprecie aquelas páginas de sua vida em que você usou seu melhor estilo. Leia também as páginas que gostaria de nunca ter escrito. Não, não tente arrancá-las. Seria inútil. Já estão escritas. Mas você pode lê-las enquanto escreve o novo livro que lhe será entregue. Assim, poderá repetir as boas coisas que escreveu, e evitar repetir as ruins. Para escrever o seu novo livro, você contará novamente com o instrumento do livre arbítrio, e terá, para preencher, toda a imensa superficie do seu mundo. Se tiver vontade de beijar seu velho livro, beije-o. Se tiver vontade de chorar, chore sobre ele e, a seguir, coloque-o nas mãos do Criador. Não importa como esteja... Ainda que tenha páginas negras, entregue e diga apenas duas palavras: Obrigado e Perdão!!! Em, 2013 , lhe será entregue outro livro, novo, limpo, branco todo seu, no qual você irá escrever o que desejar...  


 
FELIZ LIVRO NOVO!







quinta-feira, 13 de dezembro de 2012

SANTA LUZIA.

Mensagem de Edivânia.
Muito obrigada por postar no Facebook.
Feliz Natal, prima.

CONTRSATES DE VÁRZEA ALEGRE.



Mas diga moço de onde você é?
Eu sou da terra que de Mastruz se faz café

Meu amigo eu sou da terra
De Zé Felipe afamado,
Onde o bode era marchante
E Jesus foi intimado.
Sou da terra do arroz do sabido acabrunhado,
Do calango carcereiro.
Meu amigo eu sou da terra
Que o peru foi delegado.

Meu amigo eu sou da terra
Onde o sobrado é nos oitão
Houve três anos de guerra
Não morreu um só cristão
Onde o eleitor amigo pra votar não faz questão
Elegeram pra prefeito
Numa só semana
Quatro nobres cidadãos

Meu amigo em minha terra
Já pegou fogo no gelo
Apagaram com carbureto
Foi o maior desmantelo
São Brás lá é São Raimundo
Se festeja com muito zelo
O prefeito completava idade
Era de quatro em quatro anos
E nunca penteou o cabelo

Meu amigo eu sou da terra
Que o padre era casado
Enviuvou duas vezes
E depois foi ordenado
Ainda hoje reza missa
Os filhos já estão criados
O juiz era uma mulher
Meu amigo eu sou da terra
Que o cruzeiro é isolado Mas diga moço de onde você é?
Eu sou da terra que de Mastruz se faz café

Meu amigo eu sou da terra
De Zé Felipe afamado,
Onde o bode era marchante
E Jesus foi intimado.
Sou da terra do arroz do sabido acabrunhado,
Do calango carcereiro.
Meu amigo eu sou da terra
Que o peru foi delegado.

Meu amigo eu sou da terra
Onde o sobrado é nos oitão
Houve três anos de guerra
Não morreu um só cristão
Onde o eleitor amigo pra votar não faz questão
Elegeram pra prefeito
Numa só semana
Quatro nobres cidadãos

Meu amigo em minha terra
Já pegou fogo no gelo
Apagaram com carbureto
Foi o maior desmantelo
São Brás lá é São Raimundo
Se festeja com muito zelo
O prefeito completava idade
Era de quatro em quatro anos
E nunca penteou o cabelo

Meu amigo eu sou da terra
Que o padre era casado
Enviuvou duas vezes
E depois foi ordenado
Ainda hoje reza missa
Os filhos já estão criados
O juiz era uma mulher
Meu amigo eu sou da terra
Que o cruzeiro é isolado

100 ANOS DE LUIZ LUA GONZAGA.

Luiz Gonzaga Não Morreu.

Lembro muito bem da época em que o Rei sofreu um acidente e,
alguém fez uma paródia que tinha os seguintes versos:

Luia Gonzaga não morreu
Nem a sanfona dele desapareceu
Seu automovel na virada se amassou
E a latinha se furou
Mais o Gonzaga não morreu.

     Não sei quem foi o autor, mas no Colégio a gente
conheceu esse episódio.

      Hoje, se festeja o nascimento desse grande homem que tanto
encantou o Nordeste, o Brasil e o Ceará, com sua sanfona e seu cantar.
São 100 anos, um século. Que pena não está ainda entre nós.

                           Fideralina. 
Nem 

"TRILOGIA DO CICLO DO JUMENTO"

Patativa do Assaré, Zé Clementino fez parte da “Trilogia do Ciclo do Jumento”, um movimento idealizado em Crato, em defesa do jegue. A iniciativa tomou dimensão nacional através da música e da poesia dos quatro defensores do jumento. A campanha ganhou mais intensidade na década de 80, quando os quatro se encontraram na Exposição Agropecuária do Crato (Expocrato), sob a presidência de Henrique Costa. Padre Vieira chegou ao palanque, onde se encontravam Luiz Gonzaga, Patativa e Zé Clementino, montado num jumento.

Ao lembrar este fato, o jornalista Huberto Cabral destaca que Zé Clementino foi um dos mais vigorosos músicos do Ceará. É o autor de autênticos clássicos da música nordestina, tendo sido interpretado por alguns dos grandes nomes da MPB, dentre os quais o “Rei do Baião” — Luiz Gonzaga. Funcionário público aposentado, Zé Clementino, que já morou em Crato, quando trabalhava no INSS, integrou-se à vida boêmia da Princesa do Cariri, fazendo parcerias com outros artistas cratenses, entre os quais, Correinha e Hildelito Parente.

Com o “velho Lua”, o talento de Zé Clementino ganharia destaque nacional, ao passo que, por outro lado, a inventiva produção artística do compositor varzealegrense proporcionaria vitalidade e renovação à obra musical de Luiz Gonzaga. O “batismo” fonográfico da parceria Luiz Gonzaga-Zé Clementino procedeu-se, de certa forma, quando o “Rei do Baião” atravessava um longo período de ostracismo e mesmo de indefinição quanto à continuidade da carreira artística. No seu trabalho anterior, o ilustre “sanfoneiro de Exu” mostrava-se desestimulado e cético quanto aos possíveis rumos de sua até então vitoriosa trajetória musical. Numa de suas canções mais emblemáticas da época, Luiz Gonzaga lamentava: “Pra onde tu vai, Baião? / Eu vou sair por aí / Mas por que, Baião? / Ninguém me quer mais aqui...”. De fato, o Baião, assim como outros ritmos nordestinos, havia perdido o forte apelo comercial que gozara no passado, particularmente em virtude do surgimento de novos movimentos musicais — a Bossa Nova e a Jovem Guarda. Nesse panorama, foi lançado o álbum “Luiz Gonzaga – Óia Eu Aqui de Novo”, o qual continha três canções compostas por Zé Clementino. Uma delas, o “Xote dos Cabeludos”, uma bem humorada crítica à estética ‘hippie’ que conquistava a juventude de todo o mundo, tornou-se uma das músicas mais executadas do país no verão de 68, trazendo o ‘Rei do Baião’ de volta à mídia e despertando o interesse das novas gerações pelo riquíssimo acervo musical do artista.

Naquele mesmo ano, Zé Clementino confere uma legítima e emotiva dádiva à sua cidade natal, quando compõe a letra do Hino Oficial de Várzea Alegre. No seu álbum seguinte, Luiz Gonzaga grava “O jumento é nosso irmão”, uma homenagem à luta, encampada pelo Padre Vieira, em prol da preservação da espécie asinina. Em 1976, fazendo proveito do mesmo tema, o Rei do Baião gravaria “Apologia ao jumento”, uma espécie de discurso inflamado em que, com muito bom humor, exalta as benesses do “pobre e castigado” animal. Registra ainda o xote “Capim Novo”, outra canção do compositor varzealegrense, cuja letra sugere uma “discutível” alternativa terapêutica e afrodisíaca para os homens que enfrentam os “percalços” da terceira idade.

Em 1978, o Trio Nordestino, na época o campeão em vendagem de discos no segmento de música regional, grava “Chinelo de Rosinha”, uma parceria de Zé Clementino e Paulo César Clementino. Em 1983, o Brasil vê-se tocado pela sensibilidade musical do prodigioso varzealegrense Serginho Piau, que executa a comovente canção “Simplesmente Zé”, de autoria de Zé Clementino, em alguns programas televisivos. Por fim, os anos 90 marcaram o processo de revitalização estética e musical do forró, e o cearense Sirano, um dos mais bem sucedidos artistas do Ceará. Entre as suas músicas estão: “Xote dos cabeludos” , “O jumento é nosso irmão”, “Apologia ao jumento”, “Contrastes de Várzea Alegre”, “Capim novo”, “Sou do banco Xeêm”, “Chinelo de Rosinha”, “Jeito bom”, “Hino Oficial de Várzea Alegre”, e “Simplesmente Zé”. Ele faleceu vítima de enfarte no Hospital de Várzea Alegre, aos 69 anos de idade.

  
     Reportagem de HUMBERTO CABRAL.


quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

FELIZ NATAL!

                Natal!
 Os cartões e a troca de presentes
Numa ceia bonita e magistral
Apresentam de forma estrutural
Tradições de forma celestial.

Os enfeites na árvora, pendentes
Dão a graça de forma celestial
E o presépio enfeitado dá o sinal
De um Deus Pai consagrado em nossas mentes.

Escutando as músicas natalinas 
Os cristãos apreciam notas finais
Num período feliz, fundamental.


É Jesus abolindo o inconformismo,
Demonstrando o valor do Cristianismo
E a alegria da Noite de Natal.

     Com o carinho de:
                  Fideralina.
  

O DESMATAMENTO REDUZIU. VOCÊ FAZ PARTE DISSO.

Fazer mais festinha com os amigos, resmungar menos, perder uns quilinhos, terminar aquele livro de 600 páginas... Chega dezembro, é sempre assim: muita gente corre para botar no papel as promessas de ano novo. Aqui no Greenpeace, também fizemos nossa listinha. E o primeiro item é ousado: levar para o Congresso uma lei de iniciativa popular pelo desmatamento zero.

Mas para que esse desejo vire realidade, precisamos que você coloque aí na sua lista de promessas: compartilhar essa ideia com os amigos. Até agora, mais de 663 mil pessoas como você já aderiram à campanha para um Brasil mais verde. Temos que chegar ao maior número possível de assinaturas para que esse projeto de lei deixe de ser mais um promessa de ano novo e passe, de fato, a valer.

Divulgue a campanha,

 Estou dentro. 
Fideralina.

terça-feira, 11 de dezembro de 2012

MENSAGEM DE UMA NETA PARA O AVÔ.

Agna Lígia, neta de Antônio (meu irmão)
 prestou essa linda mensagem sobre seu Avô.
Achei linda! O que as crianças recebem de carinho jamais esquecem.
Obrigada, Lígia. Você sempre foi uma garota inteligente e, sei que foi você, na sua inocência quem percebeu que seu avô já não mais estava entre nós. Lembra? Foi no intervalo do jogo do Brasil, na copa do mundo em junho de 1998
 Fideralina. 
 

DECIFRE!



A uma grande amiga no Natal.- por Fafá Bitu.




Fridda, um Natal de grandes realizações....



..muita paz, e essa fraternidade que você....


..
...nos passa o ano inteiro...




...que venha 2013 com promessa de vida e saúde em nossos corações.. Obrigada pela sua amizade SEMPRE.


segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

RELIGIÃO E ESPIRITUALIDADE - Por Vicente Almeida


DIFERENÇAS ENTRE RELIGIÃO E ESPIRITUALIDADE

Cada dia que passa é possível aprendermos um pouco mais, entretanto é preciso querer aprender.

Ninguém poderá enxergar aquilo que não deseja ver, mesmo que esteja a sua frente, ao seu alcance é preciso querer.

Quando nascemos já estão a nossa disposição todas as ferramentas destinadas ao nosso progresso. A medida que vamos adquirindo consciência poderemos começar a usar essas ferramentas ou deixá-las de lado. Cada dia perdido é um dia que jamais poderá ser recuperado.

O que peço a você é que use a lógica da razão, não se deixando levar por informações inconsistentes apenas por não querer perder um tempinho, um minutinho. Se nada aprenderes hoje saberás e valerás bem menos amanhã!

Religião é Doutrina basta seguir normas pre-estabelecidas. Espiritualidade é filosofia requer estudo e aprofundamento sem a necessidade de você abandonar sua religião.
video

Texto: Vicente Almeida
10/12/2012

CONSELHOS QUE FAZEM BEM!






domingo, 9 de dezembro de 2012

MENSAGEM AOS AMIGOS!

                                         Para uma Amiga Especial.
                                  Para todos os amigos que visitam esse Blog.
 Aprendi também que a vida é cheia de alegrias e dissabores, mas um sorriso a gente pode estender a todos.

Fideralina.

A VIDA!


sábado, 8 de dezembro de 2012

REFLEXÃO.






SAUDANDO OS


AMIGOS.




 COM MUITO CARINHO PARA VOCÊ!







PARA UMA REFLEXÃO
E REPENSAR
TUDO QUE NOS

OCORREEU EM
2012.


Fideralina.

ORAÇÃO PELA FAMÍLIA!


08 DE DEZEMBRO - IMACULADA CONCEIÇÃO.

Imaculada Conceição -" É uma invocação de Maria Mãe de Jesus".
Neste dia 08 de dezembro são várias as localidades que fazem homenagem a Maria,Mãe de Jesus.
E hoje, oito de dezembro de 2010
direciono o meu pensamento até a cidade de Grangeiro,
onde é tradição os festejos em homenagem à nossa Mãe Imaculada.O povo da cidade reverencia através de sua crença e devoção à Padroeiradia. 08/12/185fi proclamado Dogma da Imaculada Conceição pelo Papa Pio IX.Com base na aparição a Santa Bernadete, França, pronunciando: (EU SOU A IMACULADA CONCEIÇÃO).
E nesta data 08/12, Lisboa lançou a primeira pedra de um Monumento comemorativo do cinquentenário da proclamção do DOGMA.
É tradição no Brasil montar a árvore de Natal e ornamentar as casas no dia 08/12. Daí
ser celebrado o Dia da Família.
                                           FIDERALINA.

            

quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

NOSSA SENHORA - ROGAI POR NÓS.


MENSAGEM .

Neste Natal,

os anjos estão cobrindo seu caminho com luzes douradas para lhe mostrar novos horizontes.


Nessa época, quando o amor fraterno toma conta do coração das pessoas,

quero lhe desejar minha tia,

toda a felicidade do mundo.


Aproveito esse dia quando comemoramos o nascimento do mestre Jesus,

para lhe agradecer o carinho e o auxílio que sempre prestou aos meus pais,

para que eu tivesse uma boa educação.


Minha tia,

sua dedicação foi muito importante na minha caminhada,

ainda trago guardado em minha memória todos os bons momentos e conselhos que tanto ajudaram.


Que Deus nosso Pai,

lhe abençoe e derrame muita luz e muita paz em seu coração.


Tia querida, feliz Natal.
   
       VILALBA.

MENSAGEM DE NATAL - 2012


MENSAGEM DE IVONEIDE.


sexta-feira, 30 de novembro de 2012

MENSAGEM DE UMA SOBRINHA PARA SEU TIO.


Sabemos que a partida deste mundo é algo normal e que, de repente, as pessoas vão para um lugar melhor, ao menos é o que dizem,...

O verdadeiro sentimento neste momento é a saudade, a dor da perda e também o arrependimento por ter falado demais ou, de menos. É um momento complicado para quem fica. Precisamos usar este momento como marco... para mudanças, pois é exatamente o que esta acontecendo, uma drástica mudança na vida de todos da família.

Perder alguém é sempre doloroso para aqueles que ficam, mas talvez para quem parte, não seja tão ruim... enfim, a morte também pode ser um anjo libertador da pessoa e também da família, pois quem gosta de ver alguém próximo sofrendo lentamente sem esperanças de cura? Ninguém parte na véspera, todos temos o momento certo para seguir mais adiante.

Vá em paz tio, com a certeza do dever cumprido, e que o senhor te receba ao seu lado,
E nós ficamos com a certeza da ressurreição.......Amém

     Tânia:
 
Sou grata pela sua postagem. Seu tio e meu sobrinho foi uma pessoa simples, humilde e amiga.
Minhas saudades  e os meus sentimentos junto a vocês.
               Fideralina.

O HOMEM DA ROÇA.

O Homem da Roça.
"No sertão do Ceará, bem pertinho de nóis , um rico fazendeiro mais matuto do pé rachado, queria que seus fios fosse pra escola para aprender a carta de ABC e fazer conta.
Pra ele ele era só isso e bastava porque lugar de home era na roça.Assim, o fio estudado não dizia prumode e nem provia.Falava com as palavras de home letrado. O filho foi pra
Escola no Povoado e lá aprendeu a lutar com a balança e pesar o algodão à tardinha.
Ao quebrar da barra os homes chegava pra pesar os quilos do produto. Ao jogar o bornó
na balança de madeira (usada na época) o peso não satisfez o caba letrado.
-Que é isso cabra, trabaiô pouco, amanhã vou levar o chicote aí quero ver se apanha mais
algodão.
-É que a garrancheira é grande dotorzinho, óia mesu pé, minha mão. A roça não foi brocada. O pai de voismicê só quer ser mais rico e nóis mais pobre.
-Quer me desafiar? - Não patrãozinho, cruzando as mãos calejadas, sangrentas e disfarçando a dor.
-Achei que depois de estudado na capitá ia entender que o pai de voismicê só quer tirar o coro de nois.
-Não repita mais isso seu cabra, cuidado com a peixeira na barriga. Meu pai sempre foi da enxada.
-Apois agora va pra mata botar espinho no pé, furar a s mãos nos ispim.
Quero só ver os quilinhos de algodão, seu bestalhão.
-Deixe disso cabra eu sou é macho vai pra roça e traz mais algodão.
-Vou não moço. Vou arribá com a famia pra cidade grande e botar meus fios na Escola pra aprender custurar barriga de cabra valentão e botar na cadeia home como vc. Com o suor do meu rosto faço meus fios doutor. Assim boto gente da sua laia no xilindró."
Inté. Jão da Roça. 

             Texto em homenagem ao HOMEM DA ROÇA.
                                   Fideralina.

quinta-feira, 29 de novembro de 2012

PARA DESOPILAR!


RETICÊNCIAS....

                    Fiquei grata por você, EVAN, lembrar de me enviar este pequeno texto. 
Quando puder pode fazer diretamente no BLOG, você já é convidada.
                      Abraços:
                      Fideralina.

terça-feira, 27 de novembro de 2012

HOMENAGEM DO DIA.


     Cubra-nos com SEU MANTO. Estenda Vossas Graças por toda a humanidade. Atendei a um pedido especial que ora Vos faço. Em silêncio ROGAI POR NÓS!
                   Fideralina.

segunda-feira, 26 de novembro de 2012

SONETO CANTA CORDEL - SÁVIO PINHEIRO


Com bons versos formamos a estrutura
Das estrofes, que nascem da poesia.
Desse encontro, criou-se a fantasia
Do cordel, que se fez literatura.

Contar sílabas transforma essa cultura,
Que a métrica nos dá em garantia
E a oração sendo o enredo que irradia
Traz a arte extraída da mistura.

Com seis versos se forma uma sextilha
E com sete a belíssima septilha
Numa alegre expressão que vem da glosa.

Nos dez versos de dez sílabas, criamos
Um martelo, que em canto, anunciamos
Dando ao texto uma forma majestosa.

BOM DIA!


sábado, 24 de novembro de 2012

NASCIMENTO DE JESUS.


O NASCIMENTO DE JESUS

Bem deferente essa istóra,
Sobre o minino Jesus,
Seu nascimento e sua gulóra,
Que num cordel se traduz;

O autor da prezepada,
Eu num conheço inhor não,
Mas passo pra rapaziada,
Ouvir prestando atenção;

Vem lá dos tempo de herode,
Aquele rei carnicêro,
Queria matar Jesus prumode,
Ser o único rei verdadêro;

Mais ele entrô puro cano,
Com sua misquinha intenção,
Pois o anjo suberano,
Num era de brinquedo não;

Os mago num atendêro
Vortá no mermo caminho
Pois num eram badernêro
E protegêro o minininho;

Vamo então pro começo,
Assista o vídeo premêro,
Pois o minino do berço,
É dono do mudo intêro.

PADRE ZEZINHO.


UMA MENSAGEM AOS VISITANTES!



150 anos – Paróquia se prepara para festejar Jubileu


A Paróquia de São Raimundo Nonato, padroeiro deste município, se prepara para festejar os seus 150 anos de vida eclesial. O Ano Jubilar deve ser considerado, para os paroquianos, o Ano da Graça do Senhor. É a oportunidade de profundo agradecimento das conquistas e vitórias que marcaram a história religiosa da paróquia durante todo este período. O evento será celebrado até 30 de novembro de 2013 e a abertura oficial será no  próximo dia 02 de dezembro, às 18h00, com uma grande Celebração Eucarística, presidida pelo Bispo Diocesano D. Fernando Panico, na Praça da Matriz de São Raimundo. Após a celebração, haverá show com ECD (Eles Cantam para Deus).
Para a comemoração do Jubileu Paroquial, a Igreja tem se mobilizado para buscar parceiros e colaboradores que se engajem, participem e atuem com compromisso, responsabilidade e disponibilidade, ajudando nas diversas comissões e equipes, de acordo com o dom e a capacidade de cada um.
Saiba mais:
EIXOS TEMÁTICOS
O Jubileu Paroquial tem como tema gerador: Fé, Eucaristia, Juventude e Missão. Esses quatro eixos temáticos nortearão todas as ações que serão realizadas durante o ano jubilar. Cada eixo traz em si os seus próprios desafios, necessidades e objetivos.
EIXO DA FÉ
Estamos vivendo o Ano da Fé, instituído pelo Papa Bento XVI em outubro de 2012. Celebrar nosso jubileu é, antes de tudo, buscar a renovação da fé no Senhor Jesus, crendo firmemente em seu amor e em sua misericórdia. Todos os eventos e celebrações durante o jubileu deverão ser marcados por uma fé autêntica, renovada, firme e alicerçada na prática do bem e nas boas obras em favor do Reino e em favor do próximo.
EIXO DA EUCARISTIA
São Raimundo Nonato foi um grande amante da Eucaristia. Como sacerdote e missionário, ele levou a Palavra de Deus, o Corpo e o Sangue de Cristo aos pagãos, convertendo-os ao cristianismo. Em nosso jubileu queremos dar uma ênfase especial ao Sacramento da Eucaristia, através de vigílias e adorações, celebrações e bênçãos do Santíssimo. Precisamos reestruturar a catequese para a Primeira Comunhão, principalmente nas comunidades rurais e criar nos paroquianos o hábito de visitar as Capelas do Santíssimo para oração e adoração a Jesus Cristo Sacramentado.
EIXO DA JUVENTUDE
2013 será o ano dos jovens no Brasil e no mundo. A Campanha da Fraternidade virá com o tema Juventude e Fraternidade e o lema: Eis-me aqui, envia-me. Também teremos a Jornada Mundial da Juventude em julho de 2013, no Rio de Janeiro. O jovem possui o vigor, o dinamismo e a coragem de que a igreja tanto precisa. Nosso jubileu dependerá muito da presença e da participação dos nossos jovens, celebrando, animando, organizando e atuando com todo seu espírito e força. Que nossos jovens tragam em si a disponibilidade para o envio e para missão e repitam, como fez o profeta Isaias, ‘eis-me aqui, envia-me’.
 EIXO DA MISSÃO
Não haveria jubileu sem uma acentuada dimensão missionária, catequética e evangelizadora. Nossa paróquia é uma das maiores da Diocese do Crato. A única com 58 capelas. O jubileu precisa acontecer em todos os recantos do município, em todas as capelas e comunidades, em todas as famílias e em todos os corações do povo varzealegrense. Este objetivo será alcançado através da participação integral das nossas pastorais, movimentos e serviços atuando como fermento na massa e levando a todas as pessoas as graças deste jubileu paroquial

SEMPRE É BOM RECOMEÇAR.


sexta-feira, 23 de novembro de 2012

ESCOLA PEQUENO PRÍNCIPE - CRATO

                                 Guilherme de verde e fita vermelha - LINDO!!!!!!!!

                                       Parabéns Guilherme
                                                 Vai ser ator. Um abração.

O VALIOSO TEMPO DOS MADUROS.



Contei meus anos e descobri que terei menos tempo para viver daqui para a frente do que já vivi até agora. Tenho muito mais passado do que futuro.
Sinto-me como aquele menino que ganhou uma bacia de jabuticabas. As primeiras, ele chupou displicente, mas percebendo que faltam poucas, rói o caroço. Já não tenho tempo para lidar com mediocridades. Não quero estar em reuniões onde desfilam egos inflados.
Inquieto-me com invejosos tentando destruir quem eles admiram, cobiçando seus lugares, talentos e sorte. Já não tenho tempo para conversas intermináveis, para discutir assuntos inúteis sobre vidas alheias que nem fazem parte da minha.


Já não tenho tempo para administrar melindres de pessoas, que apesar da idade cronológica, são imaturos. Detesto fazer acareação de desafetos que brigaram pelo majestoso cargo de secretário geral do coral.
As pessoas não debatem conteúdos, apenas os rótulos. Meu tempo tornou-se escasso para debater rótulos, quero a essência, minha alma tem pressa...
Sem muitas jabuticabas na bacia, quero viver ao lado de gente humana, muito humana, que sabe rir de seus tropeços, não se encanta com triunfos, não se considera eleita antes da hora, não foge de sua mortalidade...
Só há que caminhar perto de coisas e pessoas de verdade.
O essencial faz a vida valer a pena. E para mim, basta o essencial!
(Mário de Andrade) 

Mensagem enviada por Evangelina.