Mensagem

Mensagem
Reflexão

sexta-feira, 25 de outubro de 2013

NATAL VEI AÍ - Por Vicente Almeida

As primeiras manifestações natalinas que adentram nossos lares, já estão chegando.

Que pena, não falam sobre Jesus.

O tema natalino para os adultos são as grandes promoções de artigos para presentear.

O tema natalino para as crianças é a aproximação da chegada de Papai Noel.

Mas estes são temas que abordaremos quando estivermos mais próximo da noite de natal.

Por enquanto e faltando 60 dias para o natal, se o leitor ainda não conhecer este vídeo veja-o atentamente. Vale a pena.

APRESENTAÇÃO:

"O NASCIMENTO DE JESUS"

Bem deferente essa istóra,
Desse minino Jesus,
Seu nascimento e sua gulóra,
Num cordel ele reduz;

O autor da prezepada,
Eu num conheço inhor não,
Eis o vídeo pra rapaziada,
Ouvir prestando atenção;

Vem lá dos tempo de herode,
Aquele rei carnicêro,
Queria matar Jesus prumode,
Ser o único rei verdadêro;

Mais ele entrô puro cano,
Com sua misquinha intenção,
Pois o anjo suberano,
Num era brinquedo não;

Os mago num atendêro
Vortá no mermo caminho
Pois num eram badernêro
E protegêro o minininho;

Vamo logo pro começo,
Assista o vídeo companhêro,
Pois o mininim do berço
É dono do mundo intêro.

Escrito por Vicente Almeida
25/10/2013
Um Cordel sobre o Natal
video

Créditos do Vídeo para:
Igreja Batista Central de Fortaleza
Texto, locução e edição de Euriano Sales. 

3 comentários:

  1. Vicente:

    Durante minha infância, NATAL era comemorado com a MISSA DO GALO. Fui criada participando dessa festa. Meus pais como a maioria deles da época, residindo no sertão, louvavam JESUS assistindo à MISSA. Era chamada NOITE DE FESTA! Minha mãe preparava pão de ló, sequilo para
    celebrar a chegada do MENINO DEUS.
    Papai Noel, nunca havia conhecido até conhecer a cidade grande. Presente, que loucura! Nem era comentado. Acho que é por isso que a data continua, na minha opinião, ESPECÍFICA, voltada para o NASCIMENTO de JESUS.
    Não gosto da figura do Papai Noel e não me entusiasmo com jantar em família e nem troca de presentes.
    Quando, nas Escolas, havia a comemoração, estava dentro, mas sempre mostrando o verdadeiro sentido. E, depois, fiquei constrangida em fazer festas já que foi num 23 de dezembro de 1973 que houve o acidente em que vitimou meu PAI! No dia, faleceram meu primo e um tio e ele, após três meses, foi a óbito.
    Isso, não é de tudo traumatizante, mesmo assim encaro como uma data normal.
    Claro que não me recuso a participar de algum evento, mas sem aquele entusiasmo.,
    É isso, amigo. Gostei do Cordel e do clip. Obrigada.

    ResponderExcluir
  2. Errei a data - 24 de dezembro. E sabe a coincidência, dia em que era festejado a Formatura de um irmão de Fafá. Meu irmão estava no almoço que Seu Zé Bitu ofereceu aos amigos de seu filho (muito amigo do pai de Sávio).
    É isso aí.

    ResponderExcluir
  3. Esse cordel me fez lembrar o Natal lá de casa, nada de presente. Mamãe fazia os sequilhos no fogão de barro com tanta dificuldade.Era tudo tão rústico e ao mesmo tempo tão familiar. Papai foi seminarista e ensinava que era a chegada do MENINO JESUS, esperávamos a missa da meia noite.. Sinto saudade quando vejo o luxo das festas natalinas hoje.

    ResponderExcluir